Notícias > Segurança

19/01/2018
14:11

"Foi premeditado", diz delegado sobre roubo e morte de jornalista em Porto Alegre

Crédito: Álvaro Grohmann / Especial CP

O delegado Fernando Soares, que investiga a morte do jornalista Carol Majewski, 57 anos, afirmou que os dois homens - suspeitos de cometerem o crime - "entraram no apartamento com o objetivo de roubar". "Foi premeditado", assegurou o delegado que classificou o crime como "bárbaro e sem chance de defesa para a vítima".  Um dos autores - um jovem, de 19 anos - foi preso no final da tarde de quinta-feira, no bairro Cidade Baixa. Ele confessou a participação no latrocínio (roubo seguido de morte). Já o cúmplice, de 21 anos, está foragido. As investigações foram conduzidas pelos agentes da 1ªDP, sob comando interino do delegado Fernando Soares.

 

Agradecendo o empenho da equipe da delegacia desde a noite de segunda-feira quando o corpo do jornalista foi encontrado, o delegado Fernando Soares disse que a identificação dos dois suspeitos, ambos moradores de rua e com extensa ficha de antecedentes criminais, foi possível a partir da divulgação das imagens de duas câmeras de segurança do prédio da vítima. Nelas, a dupla aparece entrando com a vítima e fugindo depois com os pertences dela, incluindo duas mochilas, dois notebooks, perfumes e roupas, além de R$ 80 em dinheiro.


Fonte: Correio do Povo.

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.