Notícias > Grêmio

25/07/2017
05:36

Grêmio sai na frente, mas cede empate para São Paulo

O Grêmio perdeu pontos preciosos na noite desta segunda-feira no estádio do Morumbi, no fechamento da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor gaúcho saiu na frente, mas cedeu o empate para o São Paulo. Os gols da partida foram marcados por Pedro Rocha e Lucas Fernandes. 

 

Com o resultado desta noite, o Grêmio somou apenas um ponto na tabela de classificação e abriu dois do Santos, o terceiro colocado. A diferença para o líder Corinthians aumentou para oito. O próximo compromisso do Tricolor gaúcho no Brasileirão será no próximo domingo, às 19h, justamente contra o Peixe, na Arena. 

 

 

Antes disso, o Grêmio terá a Copa do Brasil e no torneio fará o jogo da volta contra o Atlético-PR nesta quinta-feira, na Arena da Baixada. O time gaúcho irá proteger o resultado feito na partida de ida, o 4 a 0. Até uma derrota por três gols de diferença servirá para a classificação. O confronto está marcado para as 21h45min. 

 

Grêmio sai na frente em escapada de Pedro Rocha 

 

O Grêmio entrou em campo para se consolidar na vice-liderança e novamente reduzir a diferença para o Corinthians. Com uma formação diferente, composta por três volantes e sem Everton e Fernandinho. A escalação, que aparentemente, parecia inocente e pouco agressiva, escondia a sua principal arma: a movimentação.

 

E essa movimentação deu ao Grêmio a sustentação necessária para levar algum tempo para estudar o São Paulo e aplicar a sua estratégia de jogo. O cartão de visita do Tricolor gaúcho foi apresentado no primeiro minuto da partida. Pedro Rocha escapou pela esquerda e cruzou para Luan. O garoto dominou na entrada da área e deu um chute colocado. O arremate saiu fraco e ficou fácil para Renan Ribeiro.

 

A resposta do São Paulo veio nove minutos depois, com Jucilei. O volante são-paulino recebeu a bola na meia-esquerda e arriscou de fora da área, mas a bola subiu e passou longe do gol de Marcelo Grohe. E essa foi a única chegada dos donos da casa na etapa inicial.

 

Aos 19, na chance que teve para encaixar um contra-ataque, o Grêmio foi cirúrgico. Geromel recuperou uma bola no campo de defesa e lançou Pedro Rocha em alta velocidade. O atacante gremista ganhou da zaga e disparou pela esquerda. Ele trouxe a bola para dentro da área e fintou um marcador para chutar cruzado e fazer 1 a 0 no Morumbi.

 

O gol gremista desnorteou o São Paulo, que já tinha dificuldades para chegar ao ataque. O Grêmio, por outro lado, ficou ainda mais à vontade na partida e começou a avançar suas linhas. Mesmo com domínio do jogo e com o placar a seu favor, o Tricolor gaúcho não foi tão agressivo como em partidas anteriores. As chegadas ao ataque eram esporádicas, mas sempre perigosas.

 

A última ação ofensiva mais importante do primeiro tempo ocorreu aos 42 minutos, com o volante Maicon. O jogador, curtindo uma de meia, resolveu se desprender da defesa e aparecer próximo da área. Ele dominou a bola na meia-esquerda e arriscou o chute. A bola estava prestes a entrar no ângulo direito, mas Renan Ribeiro voou e deu um tapa para evitar aquele que seria o segundo gol do Grêmio.

 

São Paulo reage e fura bloqueio do Grêmio 

 

O Grêmio abriu os trabalhos do segundo tempo com um lance de perigo aos quatro minutos. Em um escanteio cobrado da esquerda, o goleiro Renan Ribeiro afastou mal e Pedro Rocha quase fez o segundo dele e do jogo. O arqueiro soqueou a bola mal e Arboleda consertou o lance.

 

O São Paulo, que retornou do vestiário com duas modificações, Cícero e Fernandes, seguiu perdido em campo, ainda que tentasse imprimir mais velocidade aos lances. As movimentações ofensivas careciam, no entanto, de profundidade. Os donos da casa ainda tiveram de enfrentar as vaias que vinham da arquibancada do Morumbi.

 

O jogo estava controlado pelo Grêmio, principalmente porque o São Paulo estava fragilizado e as mudanças de Dorival Júnior ainda não tinha surtido efeito. Até que, aos 18 minutos, o Tricolor paulista encontrou uma brecha na zaga gremista. Após grande jogada de Edimar pela esquerda, Pratto chutou a bola para uma grande defesa de Grohe, que deu rebote. Na sequência, Lucas Fernandes conseguiu dar o toque para empatar a partida.

 

A partir da igualdade, o São Paulo, que estava em coma induzido no jogo, acordou e saiu da condição de dominado para dominador. O Grêmio, já com Fernandinho em campo, procurava ser mais agressivo e deixou de lado o toque de bola despretensioso no meio-campo. O Tricolor quase desempatou aos 25 minutos. Edilson executou uma cobrança de falta e quase surpreendeu o goleiro Renan Ribeiro, obrigado a fazer uma grande defesa.

 

O ímpeto são-paulino só foi contido a partir dos 30 minutos, com dois lances em sequência protagonizados por Edílson. Aos 35, ele foi à linha de fundo e cruzou para dentro da área. Fernandinho entrou na corrida e arrematou à queima roupa para um verdadeiro milagre de Renan Ribeiro. Um minuto depois, Edilson foi lançado por Fernandinho e o lateral fez a mesma jogada. Só que desta vez, Ramiro foi quem concluiu. Para a sorte do São Paulo, a bola desviou na zaga e não entrou no gol por muito pouco.

 

Brasileirão 2017 - 16ª rodada

 

São Paulo 1

Renan; Bruno (Gilberto), Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Jucilei (Cícero), Petros, Gomez (Fernandes) e Marcinho; Pratto e Cueva.

Técnico: Dorival Júnior

 

Grêmio 1

Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon, Michel, Arthur (Fernandinho), Ramiro, Pedro Rocha (Everton); Luan.

Técnico: Renato Portaluppi.

 

Gols: Pedro Rocha, aos 19/1º; Lucas Fernandes, aos 18/2º;

Cartões Amarelos: Rodrigo Caio (S); Michel (G); Arthur (G); Maicon (G); 

Árbitro: Ricardo Ribeiro (MG).

Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Pablo Almeida da Costa (MG).

Local: Morumbi, em São Paulo.


Fonte: Correio do Povo

BUSCA NO SITE

Um valor é necessário.